sábado, fevereiro 27, 2016

Vamos brincar com a Chica nº 6

Hoje dia de brincar com a Chica e o termo dado lá no Sementes para formar a frases (s) com sete palavras é COUVE!

É verdade, a Couve vai ser a rainha das brincadeiras neste sábado que aqui promete ser bastante chuvoso, ventoso e com muito granizo.
A couve é rica em fibras, além de ser fonte de ferro, cálcio, vitamina C e anti oxidantes, entre outras (muitas) propriedades. Aqui em casa consumimos bastante.
Também é utilizada em medicina caseira segundo li na Net  a que oportunamente darei mais atenção.
Actualmente há muita variedade, mas vou brincar com as que habitualmente utilizo e aprecio (com excepção da couve flor) e que eram mais cultivadas antigamente em Portugal.
Embora lá;))!

Couve coração, meu arroz de legumes enriquece.

Bacalhau na Consoada, couve portuguesa muito agradece.

Cozido à portuguesa, couve lombarda, com certeza.

Couve galega ou ratinha faz óptima sopinha.

Puré de couve flor oferece refinado sabor.

Seja que couve for cozinho-a com amor.

Para "desintoxicar", sumo de couve devo tomar.

 Visitem a Chica e confiram lá como brincaram os amigos.
Abraços e bom fim de semana.
Ailime
Grelos de couve floridos
(Experimente quem não fez arroz de grelos) - Muito gostoso!
(Não posso terminar a minha participação sem  fazer uma homenagem à minha avó materna que fazia uma deliciosa sopa de feijão com couve ratinha cortada em tiras finas à qual acrescentava batatas e nabos cortadas em quadradinhos e um pouco de arroz ou massa de cotovelo miúdo ,  temperando já no prato com azeite puro de oliveira feito no lagar pelo meu avô. Era uma sopa substancial que acompanhava peixe grelhado ou enchidos de porco grelhados também.  O segredo do sabor, segundo um dia me disse, era ser cozinhada sobre fogão de lenha e também a cozedura lenta do feijão e da couve que durava toda a manhã). Esta receita que era vulgar tornou-se  sopa regional.
Bom apetite!

26 comentários:

  1. Fiquei com água na boca...RS
    Que apetitosa participação!
    Adorei!!!
    Um beijinho e o meu carinho, Ailime querida
    Verena e Bichinhos.

    ResponderEliminar
  2. Ailime, quantas receitas sabes para a couve fazer! E ainda as frases com rimas! Adorei! Valeu a homenagem à tua vó! Legal! Obrigadão ! Ótimo fds! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Olá Ailime...
    Puxa, muito linda a sua participação. Aprendi bastante.
    Um Bom Sábado e o Meu Carinho...

    ResponderEliminar
  4. Oi Ailime que linda e gostosa tua postagems. Quanta coisa que aprendi.Obrigada querida. Couve combina com tanta coisa e nem sabia que tinha tantas qualidades.
    Bom findi. bjks

    ResponderEliminar
  5. Bom dia, amiga Ailime!
    Sensacional! Post super caprichado e deu água na boca da feijoada da vó na lenha... Hum! Meu Deus, contenha-me! rs...
    Gosto de todos tipos de couve e não falta aqui em casa...
    E, por falar em verde, o preço do kiwi aqui tá um absurdo e me lembrei muito de vc ontem no Green Fruit... mas vou seguir seu conselho... indispensável cuidar da saúde pois amo viver!
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  6. Hum que beleza de participação, amei!!
    E esta receita então!
    Amo comida feita no fogão à lenha!
    Beijops Ailime, bom sábado!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  7. Oi, Ailime!
    Trouxe vários tipos e receitas de couve. Bem elaborado seu artigo. Tenha um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  8. Oi Ailime,ainda bem que já almocei,pois deu muita vontade de saborear esses pratos,acompanhados da deliciosa couve.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Acabamos de manjar requeijao de Seia com compota de cereja e marmelada da minha mae.
    Correu muito bem a feijoada com aquela couve que vem chegando da Beira e carne caseira.
    Beijinho, minha amiga

    ResponderEliminar
  10. Que riqueza seu post, um arraso, Ailime! Quanto tipo de couve e que criatividade para introduzi-las nas frases! Cozinha rica a do seu país! Linda semana com meu abraço!

    ResponderEliminar
  11. Olá amiga Ailime, adorei suas frases rimadas, ficaram ótimas! Adoro sopas e vendo essa foto abriu-me o apetite! Uma bela homenagem à vovó!

    Bjs de paz e abençoado final de semana! =)

    ResponderEliminar
  12. Olá Ailime, começo dizendo que minha boca encheu de agua pensando nesta sopa que a Vó fazia. A descrição é de encher os olhos.
    Perfeita participação com esta variedade de couve, que nós os mineiros somos campeões em consumo no Brasil, aliás os mineiros são grandes consumidores de hortaliças, as mais inusitadas folhas são preparadas na culinária mineira.
    Muito boa estas indicações aqui.
    Um bom belo domingo para voce.
    Abraços.
    Bjs paz.

    ResponderEliminar
  13. Que beleza de aula nos destes...adorei tua participação!
    Essa sopa da tua avó, me deu água na boca!
    Feliz domingo amiga, bjus!

    ResponderEliminar
  14. Ailime, adorei as frases e as receitinhas!E a sopinha do vovó que delícia!
    Beijos e feliz fim de semana.
    Amara

    ResponderEliminar
  15. Ailime adorei saber o nome das variedades de couve!
    A homenagem à sua avó foi sublime!
    te desejo um ótimo domingo
    bjs

    ResponderEliminar
  16. As couves têm uma longa história de utilização e este legume é um alimento muito popular na cozinha local. Eu não aprecio muito, mas como na sopa e feijoada.
    Hoje há muitas qualidades de couves, mas todas desenvolvidas a partir da couve selvagem, trazidas sabe-se lá de onde, quando e como e por quem, mas seguramente há muitos séculos. Podem e devem ter sido os Celtas, mas também é possível que remontem aos nossos mais antigos antepassados: os Iberos considerados por alguns especialistas como os primeiros agricultores!
    São tantos os nomes que é difícil conhecê-los todos. Não sabia que a couve galega era conhecida por "ratinha", sei que era chamada em tempos remotos de "berças".
    Adorei o post, principalmente a homenagem à sua avó.
    Antigamente o feijão era o prato do dia a dia, logo de manhã se punha a panela de ferro ao lume e o feijão a cozer, dizia a minha avó paterna que quando tinha feijão cozido já estava o comer quase feito, era para a sopa, ou só com cebola frita ou com couve cozida e dizia ela felizes aqueles que tinham feijão e couves!
    Beijo/bom domingo.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  18. Ailime,

    Os franceses levam a fama, mas os portugueses é que sabem o que é bom na gastronomia, viu?
    Fiquei "aguada" ao ver tantas receitas bonitas e saborosas!
    Viva a couve!

    Boa semana!

    Bjksss

    ResponderEliminar
  19. Quanta delícia nessa postagem! Humm..
    Abraço, boa semana!
    Sonia

    ResponderEliminar
  20. Uma saborosa participação com a deliciosa couve bem rimada abrindo-nos o apetite minha amiga
    E esta receita da vó deu água na boca
    Só de imaginar estou salivando por aqui
    Uma linda semana
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Oi Ailime!Que delicia de participação! Esta receita deve ser muito saborosa.Bjs

    ResponderEliminar
  22. Adorei, Ailime! Sei das variedades de couve mas nunca havia parado para vê-las agrupadas num só lugar e ainda com direito a versinho rimando!!!!
    A sopa da avó era uma refeição substanciosa... de leve não tinha nada, não é?
    Um abraço!
    Egléa

    ResponderEliminar

  23. QUE MARAVILHA , COUVES DIFERENTES POR AÍ....E EU AQUI A SALIVAR! BKJ E BELA SEMANA

    ResponderEliminar
  24. Que post magnifico... de se apreciar... e chorar por mais!
    Adorei tudo!!!!
    Fantástico trabalho, Ailime!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

Caminho por aí, quer chova, quer faça sol! Até quando não sei!
Só sei que quero caminhar e contra ventos e marés nada me impedirá de construir os meus castelos!Ailime